Conheça 7 parques nacionais para curtir a natureza

Brasil é o país mais rico em biodiversidade do mundo

Que o Brasil é o país mais rico em biodiversidade do mundo, todo mundo já sabe. Mas no Dia do Meio Ambiente, no dia 5 de junho, separamos uma lista com 7 parques nacionais para curtir a natureza e descobrir um país ainda mais cheio de vida.

Confira nossa seleção:

1. Jericoacoara (CE)

Um dos locais mais conhecidos do Nordeste, o Parque Nacional de Jericoacoara, no Ceará, reserva aos visitantes uma extensa área com muito mar, lagoas e dunas.

Pedra furada – Jericoacoara CE)

O Parque possui diversos atrativos, que incluem desde a prática de esportes radicais em belas praias e lagoas até a contemplação de monumentos naturais como a Pedra Furada, principal cartão postal de Jericoacoara.

A partir da Vila de Jericoacoara, os turistas têm a oportunidade de realizar diversos passeios para visitar atrativos como o Serrote, a Pedra Furada e a Árvore da Preguiça, além de passeios de canoa pelos belos manguezais do Rio Guriú, para avistamento dos cavalos-marinhos.

Também há a opção de realizar passeios a cavalo pelas praias e dunas do Parque, além de passeios de buggy junto a operadores de turismo locais para conhecer atrativos situados no entorno da unidade, como a Lagoa do Paraíso, Lagoa Azul e Tatajuba, por exemplo.

O Parque Nacional e Vila de Jericoacoara abrigam uma enseada cuja praia está voltada para o poente, o que proporciona um belo espetáculo ao fim do dia, pois possibilita que turistas e moradores contemplem diariamente o espetáculo do sol se pondo sobre o mar.

2. Chapada Diamantina (BA)

Composta por serras, a Chapada Diamantina está situada no centro do estado brasileiro da Bahia, onde nascem quase todos os rios das bacias do Paraguaçu, do Jacuípe e do Rio de Contas.

Estas correntes de águas que brotam na região deslizam pelo relevo em belos regatos, despencam em borbulhantes cachoeiras e formam transparentes piscinas naturais.

Chapada Diamantina (BA)

Na região, estão situadas as maiores altitudes do Nordeste do Brasil: o Pico do Barbado, Pico do Itobira e Pico das Almas. A formação geográfica faz parte do conjunto de serras e planaltos do relevo brasileiro e constitui-se como prolongamento da Serra do Espinhaço, portanto, é um escudo cristalino formado no Pré-Cambriano.

A vegetação é exuberante, composta de espécies da caatinga semiárida e da flora serrana, com destaque para as bromélias, orquídeas e sempre-vivas. A Chapada Diamantina é composta por 24 municípios baianos.

3. Serra da Capivara (PI)

O Parque Nacional Serra da Capivara é uma unidade de conservação brasileira de proteção integral à natureza, localizada nos municípios piauienses de Canto do Buriti, Coronel José Dias, São João do Piauí e São Raimundo Nonato. Esta área tem a maior e mais antiga concentração de sítios pré-históricos da América, com a cadeia montanhosa de Capivara, que era densamente povoada na era pré-colombiana.

Serra da Capivara (PI)

O Parque Nacional Serra da Capivara é uma unidade de conservação arqueológica com uma riqueza de vestígios que se conservaram durante milênios. O patrimônio cultural e os ecossistemas locais estão intimamente ligados, pois a conservação do primeiro depende do equilíbrio desses ecossistemas.

É um local com vários atrativos, monumental museu a céu aberto, entre belíssimas formações rochosas, onde encontram sítios arqueológicos e paleontológicos espetaculares, que testemunham a presença de humanos e animais pré-históricos.

4. Lençóis Maranhenses (MA)

O Parque Nacional dos Lençóis Maranhenses, localizado no Maranhão, é o principal destino turístico no estado. Está inserido no Cerrado, mas apresenta forte influência da Caatinga e da Amazônia, sendo encontradas espécies comuns destes três biomas.

Lençóis Maranhenses (MA)

Abriga ecossistemas diversos e frágeis, como a restinga, o manguezal, e um campo de dunas que ocupa 2/3 da área total da unidade, sendo o principal atrativo do Parque Nacional, devido às lagoas interdunares que se formam no período chuvoso da região.

O parque está inserido em três municípios maranhenses, que dispõem de estrutura para recepção e condução de visitantes; Barreirinhas, Santo Amaro e Primeira Cruz.

5. Jalapão (TO)

Localizado no estado do Tocantis, o Parque Nacional do Jalapão é um dos destinos mais procurados por turistas apaixonados pelo ecoturismo e turismo de aventura.

A região encanta por suas águas abundantes, chapadões e serras com clima de savana, além da paisagem de cerrado, com direito a dunas alaranjadas, rios encachoeirados, nascentes e impressionantes formações rochosas.

Jalapão (TO)

A maioria dos atrativos está localizada nas cidades de Mateiros, Novo Acordo, Ponte Alta do Tocantins e São Félix do Tocantins. Em meio a 34 mil km² de paisagem árida, a região é cortada por uma imensa teia de rios, riachos e ribeirões, todos de águas transparentes e potáveis.

Os atrativos garantem diversão o ano inteiro, seja no período chuvoso ou de estiagem, de acordo com o perfil e interesse do turista. Para os mais aventureiros, a região é ideal para prática de esportes, entre eles o rafting, a canoagem, o rapel e as trilhas a pé e de bicicleta.

6. Tijuca (RJ)

Localizado no coração do Rio de Janeiro, com acesso pelas zonas Norte, Sul e Oeste, o Parque Nacional da Tijuca é peça fundamental para o título de “Cidade Maravilhosa”. O parque protege o Corcovado e o monumento Cristo Redentor, principais pontos turísticos da cidade.

A floresta da Tijuca possui uma infinidade de trilhas e cachoeiras, além de ruínas históricas do tempo das fazendas de café. Tudo isso bem no centro da capital do Rio de Janeiro.

Floresta na Tijuca (RJ)

Além de estar presente em quase todas as imagens marcantes do Rio de Janeiro e ser uma excelente alternativa de lazer para a população e turistas, o Parque Nacional da Tijuca tem muita história: suas florestas são resultado do primeiro grande projeto de reflorestamento no Mundo, iniciado em 1861.

7. Iguaçu (PR)

Considerado como uma das ‘7 Novas Maravilhas da Natureza’, com as centenas de quedas d’água que podem chegar a 80 metros de altura, o Parque Nacional do Iguaçu, no estado do Paraná, abriga o maior remanescente de floresta atlântica da região Sul do Brasil e protege uma biodiversidade formada por espécies representativas da fauna e flora brasileiras.

Cataratas do Iguaçu (PR)

Algumas das espécies ameaçadas de extinção, como a onça-pintada, puma, jacaré-de-papo-amarelo, papagaio-de-peito-roxo e o gavião-real ainda podem ser encontradas no Parque.

As Cataratas do Iguaçu, um dos locais do Brasil mais conhecidos mundialmente, é um conjunto de cerca de 275 quedas de água no rio Iguaçu (na Bacia hidrográfica do rio Paraná).

O Parque está localizado no município de Foz do Iguaçu (PR), onde é possível também conhecer o Marco das Três Fronteiras, ponto turístico que consiste no encontro das fronteiras do Brasil, Argentina e Paraguai.

Então, já marcou a sua viagem sua viagem para os parques nacionais? Sugerimos reservar a hospedagem pelo Booking.com, parceiro do blog. Caso queira contratar passeios, a melhor opção é pela Viator, plataforma que reúne milhares de serviços voltados ao turista, em diversas cidades do mundo.

Igor Leonardo

Jornalista e viajante.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *